Recent Posts

Tradutor

Arquivo

sábado, 5 de maio de 2012

1 comentários

Silêncio da Madrugada

As luzes se apagão
Os portões se fecham
Ao longe o latir do cão
E somente imperando na imensidão a lua no céu.

Ruas desertas
Caminhos obscuros
Guetos abandonados e mal iluminados
Um ou outro cidadão visivelmente sem direção

Momento raro e perfeito
Para aqueles (as) que buscam a "tranquilidade"
Onde os carros estão sem buzinar
O estresse passa longe e impera o silêncio

Percebendo essa tão querida calma
Colocam-se em chegue tudo ocorrido no dia/ semana
Aquele balanço que todos precisamos
Às vezes a única companhia para superar alguma barra e um copo de uísque ou então na velha cerveja.

Uma ou outra gota de lágrima cai dos olhos
Os joelhos se dobram para o agradecimento ou,
Reconhecimento de que algo não esta certo
E por sentir isso, pede perdão pelos atos.

Passado esse momento
Onde sua alma renova
O ser antes frustrado e desanimado
Sai confiante e animado

Soube encontrar em uma situação
Parênteses para suas frustrações
E é essa força que recebemos todas as vezes que caímos
Força provida do DEUS maravilhoso e Onipotente

E no silêncio do nosso ser
Da madrugada talvez
Que notaremos e sentiremos
O Teu ser a Tua presença...

Escrito por: Saymon Viegas!=D






1 comentários:

Best viewed on firefox 5+
Copyright © Design by Dadang Herdiana